Série Libertação Financeira – 001 – Gideão e o cativeiro da pobreza

GIDEÃO – DE POBRE SE TORNOU LIBERTADOR

Em Juízes capitulo 6 verso 6 a palavra diz que o povo de Israel estava vivendo muita pobreza por conta dos saques constantes dos midianitas, e o povo estava escondendo o resto de comida que tinha e começou a clamar por um libertador.

Todas as vezes que o povo clama, Deus levanta um libertador. Mas sempre que o libertador vem, o povo não quer ser liberto. Foi assim em vários casos na biblia, inclusive com Jesus.

Deus se manifestou na forma de um anjo e foi até Gideão com um decreto de libertação, dizendo: Vou mudar o seu cativeiro, o da sua casa, o de toda a nação através de você…

Gideão argumentou: Poxa Deus, eu até creio na palavra, mas estou durinho, não tem como. Minha família é pobre, somos pobres.

Mas porque Gideão falou isso se Deus não havia falado de dinheiro? Gideão disse isso porque ele sabia que libertação financeira não acontece se não houver sacrifício. É necessário selar a palavra. Então o Anjo disse: VAI DAR CERTO GIDEÃO, ACREDITE NA PROMESSA, POIS SEREI EU AGINDO JUNTO COM VOCÊ.

Naquele momento a ficha de Gideão caiu. Ele ativou o espírito e decidiu aceitar sair do ciclo de miséria que tendia a se repetir eternamente.

FOI AÍ QUE ALGO FANTÁSTICO ACONTECEU – Gideão disse para Deus: Se isso é verdade então espera porque eu vou me virar e vou arrumar um jeito de semear nesta palavra. O Anjo disse: eu ficarei aqui esperando….

Gideão foi lá (a bíblia nao diz se ele pegou emprestado, vendeu algo, trocou, mas diz que ele voltou com três ofertas de sacrificio). Um cozido, um bolo e um caldo. Colocou diante do anjo, e o anjo consumiu em fogo….

O Resto você sabe, GIDEÃO SE TORNOU GOVERNADOR SOBRE AQUELE POVO e levou o povo para a jornada de Libertação.

Muitas vezes deixamos o cativeiro da miséria nos acorrentas através de nossos próprios argumentos. Não tenho, não consigo, Deus sabe, hoje não posso. A verdade é que estamos aceitando a miséria na nossa vida.

Há alguns anos eu morava na favela de Vigario Geral, e ali pastoreava uma igreja muito carente. EU não tinha carro, passava dificuldade até para comer. Quando eu comecei a entender os principios bíblicos de libertação financeira, muitas coisas mudaram.

Hoje moro na região serrana do Rio de Janeiro, no centro da cidade de Teresópolis. Tenho dois carros na garagem e moro em uma casa com 8 quartos, 5 banheiros. Não digo isso para ostentar, pois Deus conhece nossa sinceridade. Digo isso para incentivar vocês. Eu não vivo de ofertas, não vido de salário de igreja (nem tenho). Vivo do meu trabalho, e principalmente da minha fé. As coisas não são fáceis, as vezes o calo aperta… mas cada dia que passa estou em níveis bem mais altos do que o dia anterior.

Precisamos entender os principios de guerra espiritual contra Mamon, e o primeiro deles é este – Semear no chamado.

 

Ap Ricardo Ribeiro, WhatsApp 21 981116787 – www.atosdois.com.br


Deixe uma resposta