Untitled Document
 
ENCONTRE O QUE PROCURA
NAVEGUE NO ATOSDOIS:
- Página inicial
- Conheça-nos melhor
- Cobertura Espiritual para Pastores
- Descomplique sua vida / Coaching
- Escola de Adoradores - 2014
- Nossa agenda
- Pregações em audio
- Galeria de fotos
- Galeria de vídeos

PROJETOS APOSTÓLICOS:
- Escola FLECHA NO ALVO
- Escola SOLTA O QUE É MEU
- Escola CASAL SUPER
- Palestras & pregações avulsas

NOSSOS 3020 ESTUDOS:
- Adoração
- Apoio para pastores
- Batalha Espiritual
- Casamento
- Cura Interior
- Estudos bíblicos
- Jovens libertos
- Libertação Financeira
- Liderança e Discipulado
- Notícias
- Oração e intercessão
- Reflexões

CONTATOS E INTERAÇÃO:

- Cadastro de pastores e líderes
- Seja um colunista
- Dê uma nota para este site
- Deixar um depoimento
- Semeie
- Fale conosco

online

 


 

Atenção: Os artigos deste site não expressam necessariamente a visão do Ministério Atos Dois ou do Apóstolo Ricardo Ribeiro. Nosso STAFF de colunistas é formado por mais de 100 escritores muito bem selecionados, no entanto representantes de diversas linhas de interpretação teológica. Verifique com atenção o nome do colunista, de acordo com o estudo ou artigo selecionado para leitura.
Caso você queira conhecer a linha de pensamento do Ministério Atos Dois, procure os artigos escritos pelo Apóstolo Ricardo Ribeiro, ou conheça nossas Escolas e Conferências de treinamento para pastores e igrejas.
Cavando poços para a Paz e Prosperidade
Tipo: Estudos bíblicos / Autor: Pr. Eduardo Ribeiro

 
Cavando poços para a Paz e Prosperidade

Água era um bem muito precioso.

Isaque era um excelente cavador de poços. Teve um pai de caráter, cumpridor de suas obrigações.

A prosperidade obtida passava pelo exemplo de fé que viu e ouviu.

Em Gerar, com trabalho, esforço e com as mãos abençoadas, Isaque logo se destacou como um dos homens bem sucedidos daquele país, e por esta causa o expulsaram como já havia ocorrido outras vezes. E assim, ele foi morar no ‘vale’ de Gerar. “Então Isaque saiu dali e se acampou no vale de Gerar, onde habitou.” Gênesis 26:17

Muitas vezes, quando sofremos perseguições, somos lançados no vale, na planície; o lugar onde os inimigos procuram nos humilhar e nos fazer sofrer. Vales: vale da vergonha, do desemprego, das dívidas, das tensões familiares, da discórdia com o esposo, com a esposa, no relacionamento difícil com os filhos, traições, invejas, amarguras, tristezas, da enfermidade, do abandono. O vale é lugar de prova e de sofrimento

Como ser abençoado no vale? Como conseguir ver a mão de Deus em um tempo de sofrimento e perseguição de nossos inimigos? Como prosperar no vale? A resposta é: Cavando poços.

Cavar poços dá trabalho.

Poços cavados Por Isaque:



I – Os poços de Abraão seu pai.



II – O Poço de Eseque: Cavando poços no vale, Isaque achou água, mas os inimigos disseram “esta água é nossa!”. Houve contenda entre os servos de Isaque e os servos de Abimeleque, o rei daquela cidade. Pelo que o poço passou a ser chamado de ‘Eseque”, que significa: “contenda’ “ v 20.

Isaque, na contenda, mostrou que tinha o coração sarado e confiava que seu Deus, que nunca falha, daria outro lugar em que fosse abençoado. Ele saiu dali e foi cavar poços em outro lugar. ONDE VOCÊ FOR A BENCÃO TE SEGUIRÁ!!!



III – Poço de Sitna: Tornaram a cavar poços em outro lugar, e logo acharam águas, mas os inimigos tornaram a dizer: “Essa água é nossa!”; por isso aquele poço foi chamado de Sitna, que significa: ódio, mesma raiz hebraica de Satanás. V. 21

Não Brigue por uma benção. Pois ela te seguirá.

Isaque saiu e foi cavar poços em outro lugar. Não é o lugar que é abençoado, é você que leva a bênção e o Deus da bênção em tua vida.



IV – Reobote – Lugar de Prosperidade: Isaque achou água, e os inimigos não o perseguiram mais, por isso ele passa a chamar aquele lugar deReobote, ‘amplidão’, ‘Alargamento’. V 22

V – Berseba: Poço do Juramento: Isaque achou que por não haver mais conflitos com os inimigos, aquele era o lugar definitivo da bênção de Deus para sua vida. Ele estava enganado.

Devemos aprender um principio importante: nem sempre as ausências de conflitos significam que Deus está nos abençoando e que ali é o melhor lugar para nós. É verdade, há um alívio, um alargamento, uma amplitude; temos folga, mas Deus tem mais, tem coisas melhores para nós, tem promessas poderosas.

Isaque estava satisfeito no vale em Gerar, mas Deus tinha Berseba para ele, o lugar da bênção. Nunca o vale será bom o suficiente para nós, temos que subir a Berseba, lugar de promessas e de alianças.

Depois do vale, das lutas e provações, vem a segurança de que nosso amado Deus não nos abandonou.

Isaque subiu, para Berseba, e ali se acampou, invocou a Deus, e Deus se revelou para ele.

Berseba significa: O poço do juramento e das alianças, das promessas.

Foi em Berseba, cem anos antes, que Isaque viu Deus revelar – se a seu pai, Abraão, como EL Olam, o Deus eterno, o Deus das profundezas, que se esconde e que se revela aos seus servos e amigos. Naquele mesmo lugar, ele ouviu as mesmas palavras que o fizeram ter a certeza de que as promessas divinas são cumpridas.

Deus disse a Isaque: “Não temas, porque eu sou contigo, abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência por amor de Abrão, meu servo.” Deus fez uma promessa que abençoaria sua vida e sua posteridade para sempre. Assim como fez com Abraão, chamando-o de amigo. Deus cumpre as suas promessas.

Deus, o El Olam, tem promessas para os que caminham na fé de Abraão e de Isaque. Ele tem o melhor dessa terra para nós.

Isaque fez quatro coisas importantes em Berseba, que todos devemos fazer:

1. Levantou um altar. altar é lugar da presença de Deus, e onde fazemos sacrifícios. O invocar a Deus é nossa devoção diária a El Olam.

2. Invocou o nome do SENHOR. É a submissão a Ele.

3. Armou a sua tenda. significa que a minha casa deve está próxima à presença de Deus. Significa também estabilidade no propósito com Deus.

4. Deixou os seus servos abrisse ali um poço. Cavar poços em Berseba significa que preciso continuar acreditando que meu Deus abençoará as obras de minhas mãos, e eu irei encontrar as águas profundas.



Aquele que procura cavar seus poços em busca das águas profundas do Espírito Santo, em terra de promessa, além de encontrar água, será reconhecido pelos inimigos como “O abençoado do Senhor.”

 

Escrito por: Pr. Eduardo Ribeiro (Maiores informações no final da página)
 
Expresse sua opinião sobre o texto acima:
Lembre-se que os artigos deste site não expressam diretamente a opinião do Apóstolo Ricardo Ribeiro, uma vez que temos um grande número de colunistas que, apesar de renomados escritores, representam diversas posições teológicas. No entanto, temos um cuidado especial para que neste site não seja defendida nenhuma heresia, por isso seu contato nos ajuda a manter a integridade de nossos estudos e o cuidado na escolha dos colunistas.
 
Nome: Email:
Assunto:
Escreva aqui a mensagem para nossa Administração, sobre o texto que você acabou de ler:
 
Outros artigos desta coluna:
O Evangelho Que Ninguém Prega
O que você tem feito com o templo de Deus?
A Sexualidade Segundo a Bíblia
Nossa Vida, Um Altar Para Deus
Quem Está No Comando?
Deus Prefere Te Ver Alegre
O que você tem feito com o que Deus te mandou fazer?
Enquanto o povo gritava GOL, a Dilma aprovava a LEI DA PALMADA
O Amor Que a Igreja Precisa
Onde existe um Acabe há uma Jezabel ...
 

Clique para ler este artigo
O artigo acima é colaboração de " Pr. Eduardo Ribeiro "
Pastor Presidente da Igreja Batista Getsêmani em Cachoeiras de Macacu - RJ.
Site: www.pastoreduardoribeiro.com.br
Email: contato@pastoreduardoribeiro.com.br
Telefone: 21 99528433 e 21 98635340.

 
   

 

 

Escola FLECHA NO ALVO
Escola SOLTA O QUE É MEU
Escola CASAL SUPER
Palestras & pregações avulsas
Ajude-nos a continuar:
BB Agência 4398-2 / CC 5525-5 Após depositar não deixe de nos ligar, gostaríamos de agradecer e orar por sua vida: (21) 99624-5227 - Apóstolo Ricardo Ribeiro

Libertação Financeira

[ adquirir ]


O Calendário de Deus - Uma Revelação de Batalha Espiritual

[ adquirir ]

 


Desenvolvido por CAQ / A2 Webstudio - Acesse: www.atendimentodequalidade.com.br