Início - Buscas recentes - Apoio para pastores - Assuntos diversos - Batalha Espiritual - Blog do Pastor - Estudos bíblicos - Teorias de Conspiração
Este site tem MAIS DE 3000 ESTUDOS - Faça sua busca: .

Jesus era pedra de tropeço?

Pergunta do leitor:

“por que Jesus era pedra de tropeço para os judeus?

Por que Cristo era escândalo para os judeus ,sendo que quando ele veio viver entre o seu povo , ele não era inesperado.Pelo contrario , nenhum povo, antes ou depois , alimentou tantas esperanças acerca do advento de qualquer outro homem!”


Resposta:


Um Cristo crucificado era uma pedra de tropeço para os Judeus. (Era como uma isca numa armadilha... quando se toca a isca a porta da armadilha fecha.) E a cruz era loucura para os Gentios. Esses crentes Coríntios eram muito influenciados pelo que os Judeus e Gentios pensavam pois eles usavam a cabeça e não o coração. Estavam sob a influência do pensamento Judaico e Gentio.

Que contraste; poder e sabedoria de Deus pertenciam a eles.

Não muitos sábios, não muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento são escolhidos para serem salvos, de maneira que ninguém pode se gloriar, exceto em pertencer a Cristo.

Os judeus somente viram a aparência externa de Jesus, mas eram ignorantes sobre quem Ele realmente era.

Jesus veio à Terra como Cordeiro de Deus para tirar os pecados do mundo. Viveu uma vida de serviço, sofrimento e sacrifício, oferecendo o único remédio para o pecado.

Somos convidados diariamente a contemplar os temas da cruz a fim de compreender melhor o dom da salvação. No poder do Salvador, nós também podemos ir ao mundo para servir e partilhar os planos de resgate para toda a humanidade.

Cristo não é somente a pedra de fundação (Is 28:16), a pedra angular (Mt 21:42; At 4:11), a pedra de remate (Zc 4:7) ou a pedra viva (1Pe 2:4) para a edificação de Deus; Ele também é a pedra de tropeço (Mt 21:44; 1Pe 2:8) para os judeus incrédulos, e a pedra que esmiuça para as nações (Mt 21:44).

Em primeiro lugar, para os cristãos Ele é uma pedra para o edifício de Deus. Como a pedra para o edifício de Deus, Ele é a pedra de fundação, a pedra angular, a pedra de remate e a pedra viva para tornar-nos pedras para o edifício de Deus (1Pe 2:5).

Em segundo lugar, em relação aos judeus incrédulos, Ele é uma pedra de tropeço. Os judeus incrédulos têm tropeçado Nele.

Em terceiro lugar, para os gentios, as nações, o Senhor será a pedra que esmiuça que desce dos céus para esmiuçar todos os reinos da terra (Dn 2:34-35, 44).

Esta pedra que esmiuça tornar-se-á uma grande montanha, significando que o Senhor Jesus se tornará o reino enchendo toda a terra. Este reino, a grande montanha que enche toda a terra, é o próprio Cristo. Nessa época, a terra será o reino do Senhor.



O artigo acima é colaboração de: Pr. Rodrigo M. de Oliveira
Professor de Teologia Sistemática na Cadeira de Apocalipse e Escatologia. Professor no Instituto Teológico Quadrangular.
Conferencista, e consultor teológico. Apologista Cristão Evangélico.
www.rodrigoteologia.blig.com.br
www.escatologia.blig.com.br

Realize em sua igreja: