Untitled Document
 
ENCONTRE O QUE PROCURA
NAVEGUE NO ATOSDOIS:
- Página inicial
- Conheça-nos melhor
- Cobertura Espiritual para Pastores
- Descomplique sua vida / Coaching
- Escola de Adoradores - 2014
- Nossa agenda
- Pregações em audio
- Galeria de fotos
- Galeria de vídeos

PROJETOS APOSTÓLICOS:
- Escola FLECHA NO ALVO
- Escola SOLTA O QUE É MEU
- Escola CASAL SUPER
- Palestras & pregações avulsas

NOSSOS 3020 ESTUDOS:
- Adoração
- Apoio para pastores
- Batalha Espiritual
- Casamento
- Cura Interior
- Estudos bíblicos
- Jovens libertos
- Libertação Financeira
- Liderança e Discipulado
- Notícias
- Oração e intercessão
- Reflexões

CONTATOS E INTERAÇÃO:

- Cadastro de pastores e líderes
- Seja um colunista
- Dê uma nota para este site
- Deixar um depoimento
- Semeie
- Fale conosco

online

 


 

Atenção: Os artigos deste site não expressam necessariamente a visão do Ministério Atos Dois ou do Apóstolo Ricardo Ribeiro. Nosso STAFF de colunistas é formado por mais de 100 escritores muito bem selecionados, no entanto representantes de diversas linhas de interpretação teológica. Verifique com atenção o nome do colunista, de acordo com o estudo ou artigo selecionado para leitura.
Caso você queira conhecer a linha de pensamento do Ministério Atos Dois, procure os artigos escritos pelo Apóstolo Ricardo Ribeiro, ou conheça nossas Escolas e Conferências de treinamento para pastores e igrejas.
O Balsamo de Gileade
Tipo: Estudos bíblicos / Autor: Pr. Rodrigo M. de Oliveira

 
O que é o Balsamo de Gileade?

Este estudo nasceu de uma conversa que estava tendo com minha esposa, a respeito do que fala o hino de Ana Paula Valadão – “O Balsamo de gileade” .

Em sala de aula sempre digo que até para cantar um hino é preciso conhecer a “Palavra Profética”.

O Bálsamo De Gileade

Vamos aprender mais sobre o assunto:

o que é o "Balsamo de gileade"?

Era um óleo produzido na região de Gileade usado para várias coisas inclusive para aliviar feridas.

Há inúmeras referências a este lugar chamado Gileade que está localizado numa montanha em Israel.

Ali era produzido um bálsamo muito desejado...(Gênesis 37:25 Ora, sentando-se para comer pão, olharam e viram que uma caravana de ismaelitas vinha de Gileade; seus camelos traziam arômatas, bálsamo e mirra, que levavam para o Egito) (Jeremias 8:22 Acaso, não há bálsamo em Gileade? Ou não há lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo? Jeremias 46:11 Sobe a Gileade e toma bálsamo, ó virgem filha do Egito; debalde multiplicas remédios, pois não há remédio para curar-te).

Entendes tu o que canta?

Analisemos a canção de Ana Paula valadão:

Canção: O Bálsamo de Gileade

Ana Paula Valadão

VINDE, VOLTEMOS AO SENHOR

POIS ELE NOS DESPEDAÇOU E NOS SARARÁ

FEZ A FERIDA E A LIGARÁ

NOS REVIGORARÁ E VIVEREMOS DIANTE DELE

HÁ UM BÁLSAMO EM GILEADE

HÁ UNÇÃO EM GILEADE

VEM SOBRE MIM PARA CURAR

VEM SOBRE A FILHA DE SIÃO

HÁ UM MÉDICO EM GILEADE

HÁ REMÉDIO EM GILEADE

VEM SOBRE MIM PARA CURAR

RESTAURA A FILHA DE SIÃO

HÁ UM BÁLSAMO EM GILEADE

HÁ UNÇÃO EM GILEADE

VEM SOBRE MIM PARA CURAR

VEM SOBRE A FILHA DE SIÃO

HÁ UM MÉDICO EM GILEADE

HÁ REMÉDIO EM GILEADE

VEM SOBRE MIM PARA CURAR

RESTAURA A FILHA DE SIÃO
VINDE, VOLTEMOS AO SENHOR

A Primeira Estrofe do hino é uma referência ao Profeta Oséias, quando ele fala da queda e restauração de Israel, vamos analisá-lo, mais primeiro passando pelo profeta Ezequiel:

Ezequiel 37 - O Vale dos Ossos Secos - Este capítulo maravilhoso prediz precisamente como Deus retornará Israel de volta à sua terra. Ele compara esse processo gradual a um vale de ossos secos que são sistematicamente ressuscitados e passam a ser organismos vivos novamente. Para garantir que ninguém deixe de compreender esse ponto, Deus primeiro anuncia a estranha profecia nos versos de 1 até 10 e depois fornece as explicações no verso 11. Ele diz claramente, "... estes ossos são toda a casa de Israel."

É interessante que Deus disse, no verso 8, que trará Israel de volta à sua terra sem espírito; como sabemos que o Espírito Santo sempre testifica de Jesus Cristo, sabemos que Deus restaurará Israel inicialmente em um estado de incredulidade em Jesus como o Messias. No verso 14, porém, Deus diz:

"E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR."

Logicamente, sabemos a partir da história recente que Israel foi, de fato, estabelecido em descrença em Jesus Cristo, a crença de Israel em Jesus como Messias ainda ocorrerá no futuro.

Em Oséias, Deus novamente reitera esses dois temas, a destruição física e a dispersão dos judeus e sua futura restauração. No capítulo 1:2, Deus explica a razão das suas ações:
"O princípio da palavra do SENHOR por meio de Oséias. Disse, pois, o SENHOR a Oséias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição; porque a terra certamente se prostitui, desviando-se do SENHOR."

Deus afirma severamente que o tempo da misericórdia passara e o tempo do julgamento chegara. Entretanto, nos versos 10-11, ele prediz a restauração de Israel!! No capítulo 2, Deus novamente prediz julgamento dos versos 1 a 13, mas então trata da restauração futura nos versos de 14 a 23. Ele diz no verso 14 que falará ao coração de Israel com ternura. Nos versos 19-23, Deus diz claramente que tornará novamente e terá misericórdia de Israel e novamente desposará a nação.

Em Oséias 3:4, Deus prediz que sua punição a Israel será por "muitos dias" e que a expressão religiosa deles ficará prejudicada:

"Porque os filhos de Israel ficarão por muitos dias sem rei, e sem príncipe, e sem sacrifício, e sem estátua, e sem éfode ou terafim. "

A história nos diz que esse julgamento ocorreu exatamente dessa forma. Então, no próximo verso, Deus volta ao tema da restauração, quando diz:

"Depois tornarão os filhos de Israel, e buscarão ao SENHOR seu Deus, e a Davi, seu rei; e temerão ao SENHOR, e à sua bondade, no fim dos dias." [Oséias 3:5]

Observe que Israel buscará ao Messias Jesus, referido aqui como "Davi seu rei". Observe também que Deus coloca esse retorno nos "últimos dias", uma clara referência ao fim dos tempos. No entanto, o melhor ainda está por vir.

Em Oséias 5:14, Deus anuncia a severidade da sua punição quando diz:

"Porque para Efraim serei como um leão, e como um leãozinho à casa de Judá: eu, eu o despedaçarei, e ir-me-ei embora; arrebatarei, e não haverá quem livre."

Mas, no verso seguinte, Deus retorna ao tema da restauração!!

"Irei e voltarei ao meu lugar, até que se reconheçam culpados e busquem a minha face; estando eles angustiados, de madrugada me buscarão."

Deus está dizendo aqui que, uma vez que os judeus se reconheçam culpados e busquem sua face, ele retornará para eles. Então, no capítulo 6:1-2, ouvimos que as pessoas dirão naquele tempo:

"Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele."

Essa Escritura é provavelmente o melhor em falar claramente tanto a punição física e a restauração planejada em um único verso.

Por que Deus está tão interessado em retornar Israel à sua terra, após Israel pecar tanto e após Deus ter declarado que sua paciência e misericórdia tinham chegado ao fim? Essa é uma pergunta muito boa e que, quando respondida, finalizará a iluminação sobre esse assunto.

Em Ezequiel 20:40-44, Deus especificamente trata do retorno de Israel a ele. No verso 44, Deus diz uma coisa muito interessante:

Diz que restaurará Israel "por amor do meu nome". Ele reitera essa verdade em Ezequiel 36:21-22. Deus diz de forma muito clara que estava planejando restaurar Israel na sua terra:

"Mas eu os poupei por amor do meu santo nome, que a casa de Israel profanou entre os gentios para onde foi. Dize portanto à casa de Israel: Assim diz o Senhor DEUS: Não é por respeito a vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanastes entre as nações para onde fostes."

Agora estamos na verdade central. Deus prometeu a Abraão que seus descendentes seriam o povo escolhido para sempre. Veja, o Plano da Redenção, foi definido por Deus para ser realizado por meio desse povo escolhido, Israel. O Messias deveria vir duas vezes, a segunda vez com grande poder e glória, para reinar de forma absolutista por toda a eternidade. Se Deus destruísse Israel por seus pecados e não o restaurasse, Jesus não poderia voltar conforme predito. Embora ele ainda pudesse voltar com todo seu poder e glória, não voltaria como um descendente de Abraão. Ficaria provado que as promessas de Deus são nulas e vazias; ficaria provado que Deus mentiu a Abraão.

Portanto, por sua própria natureza, Deus foi forçado a restaurar Israel após a punição terminar. Assim, Deus falou freqüentemente sobre a planejada restauração. Esse tema é repetido tantas vezes no Antigo e no Novo Testamento que é impossível deixar de observá-lo, a não ser que você decida fechar seus olhos a essa verdade óbvia. Isso é exatamente o que muitas pessoas decidiram fazer. Elas não crêem porque não querem crer. Mas o poder de Deus é tão grande que não importa quantos estão tentando negar que Israel ainda é o povo escolhido de Deus. Israel foi restabelecido como país em 1948 e nunca mais será expulso de sua terra novamente.

Agora voltemos a explicar Gileade, a segunda parte do hino, expondo suas ocorrências na bíblia para que fique tudo claro:

Jabes-gileade:

Era a principal cidade de Gileade de Manassés, cujos habitantes foram mortos por não terem estado na guerra de israel contra Benjamim (Jz 21.8 a 14). Saul a defendeu contra os filhos de Amom, e foi ali que foi sepultado aquele rei e os seus três filhos (1 Sm 11.1 a 13; 31.11 a 13; 2 Sm 2.4,5; 21.12;1 Cr 10.11). Em outros lugares bíblicos se chama somente Jabes. o seu nome se conservou na moderna povoação do Wady Yabes, que se une com o Jordão abaixo de Bete-Seã.

Ramote-gileade:

Alturas de Gileade. Cidade de Gade, e cidade de refúgio, que foi dada aos meraritas (Dt 4.43 - Js 20.8 - 21.38). Foi um dos comissariados de Salomão (1 Rs 4.13) - foi tomada pelo rei da Síria - e, querendo Acabe recuperá-la, perdeu a sua vida (1 Rs 22 - 2 Cr 18). Foi Jorão que a retomou (2 Rs 8.28,29 - 9.14 - 2 Cr 22.5,6) - e ali foi Jeú, um dos seus capitães, ungido e proclamado rei em seu lugar (2 Rs 9.1 a 14).

Gileade:

Região pedregosa.

1. Território montanhoso ao oriente do Jordão, ocupado por Gade, Rúben, e a meia tribo de Manassés - por vezes a palavra significa toda a região que fica ao oriente do rio Jordão (Dt 34.1 - Js 22.9 - Jz 20.1). o país era acidentado, rico de florestas, com ricas pastagens (Nm 32.1), e produzia especiarias e gomas aromáticas (Gn 37.25 - Jr 8.22 - 46.11). Ali acampou Jacó quando foi alcançado por Labão (Gn 31.21,25) - foi tomado pelos israelitas (Nm 21.24, 25, 32 a 35 - Dt 2.32 a 36 - 3.1 a 10) - era a terra de Jair (Jz 10.3) - de Jefté (Jz 11.1,7 a 11), e de Elias (1 Rs 17.1) - foi refúgio dos israelitas, quando se livravam dos filisteus (1 Sm 13.7), refugiando-se ali também os filhos de Saul (2 Sm 2.8, 9), e mais tarde Davi quando fugia de Absalão, que o seguiu até aqueles sítios (2 Sm 17.24,26) - e no reinado de Jeú foi o país de Gileade conquistado por Hazael, rei da Síria (2 Rs 10.33).

O ‘bálsamo de Gileade’ era a seiva de uma árvore que cresce naquela região. É uma substância branca, viscosa, que depressa se coagula, e é de valor para cura de inflamações. No tempo de Alexandre Magno valia duas vezes o seu peso em prata. Maanaim, a capital meridional de Gileade, ainda hoje existe com o nome de Mukhmah. Ao norte havia o lugar de Jabes-Gileade, que hoje se chama Wadi-Yabir. Ao noroeste de Rabate-Amom, na parte sul, as ruínas de Jubeiá indicam o sítio de Jogbeá, sendo até este lugar que os midianitas foram perseguidos por Gideão (Jz 8.11). Sucote, para onde se dirigiu Jacó depois que Esaú se apartou dele, acha-se hoje identificado com Tell Der"ala, ao norte de Jaboque, e Mispa com Sufe.

2. A palavra Gileade também se encontra como nome de pessoa (Nm 26.29 - Jz 11.1 - 1 Cr 5.14).

HÁ UM BÁLSAMO EM GILEADE

A Igreja de Jesus Cristo existe para curar. Através do sacrifício feito por Jesus Cristo em nosso favor, as pessoas são libertas da maldição do pecado. Como Isaías 61:1-3 bem descreve, o Messias veio ao mundo para libertar das cadeias e curar as almas dos que a Ele se submetem. Este poder para libertar e curar, foi conferido à Igreja.

Como ministros de Deus precisamos cuidar para não cair nos erros dos sacerdotes e profetas contemporâneos de Jeremias. Eles foram rebeldes, desobedientes, idólatras, corruptos: "todos eles são os mais rebeldes, e andam espalhando calúnias; são bronze e ferro; todos eles andam corruptamente..." (Jr 6:28 e 8:10). Jeremias acusou os profetas e sacerdotes de seu tempo de usarem de suas prerrogativas para tirar proveito pessoal: "coisa espantosa e horrenda tem-se feito na terra; os profetas profetizam falsamente e os sacerdotes dominam por intermédio deles, e o meu povo assim o deseja" (Jr 5:30 e 31).

Tão triste era o quadro que o profeta Jeremias se declarou inconsolável e de luto! (Jr 8:18 e 21). Por negligência daqueles que tinham a incumbência de instruir o país no querer de Deus, o povo estava enfermo, sofrendo de feridas que não eram devidamente tratadas: "também se ocupam em curar superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: paz, paz, quando não há paz" (Jr 6:14).

O Deus Eterno, através de Jesus, conferiu à Igreja recursos para tratar as feridas das pessoas. O lamento de Deus foi demonstrado com uma pergunta: "Porventura não há bálsamo em Gileade? Ou não se acha lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo?" (Jr 8:22).

O médico de Gileade é Jesus Cristo e o bálsamo, o seu sangue.

A Igreja é o instrumento através do qual o ferido recebe os benefícios do médico e do bálsamo: vida em abundância (Jo 10:10).

A Profecia é específica, para uma pessoa, lugar ou nação, Já a promessa se estende a todo aquele que crê.

Assim como Deus Restaura Israel num quadro que parecia impossível, ELE faz a ti também. Porque Deus é Bom e O SEU AMOR, dura para sempre.

Eu Profetizo a Restauração em todos os sentidos e áreas da sua vida em nome de Jesus.

Receba !!!!

*** Agora que você entende o que ouve e canta, torne a ouvir este maravilhoso hino.
 

Escrito por: Pr. Rodrigo M. de Oliveira (Maiores informações no final da página)
 
Expresse sua opinião sobre o texto acima:
Lembre-se que os artigos deste site não expressam diretamente a opinião do Apóstolo Ricardo Ribeiro, uma vez que temos um grande número de colunistas que, apesar de renomados escritores, representam diversas posições teológicas. No entanto, temos um cuidado especial para que neste site não seja defendida nenhuma heresia, por isso seu contato nos ajuda a manter a integridade de nossos estudos e o cuidado na escolha dos colunistas.
 
Nome: Email:
Assunto:
Escreva aqui a mensagem para nossa Administração, sobre o texto que você acabou de ler:
 
Outros artigos desta coluna:
O Evangelho Que Ninguém Prega
O que você tem feito com o templo de Deus?
A Sexualidade Segundo a Bíblia
Nossa Vida, Um Altar Para Deus
Quem Está No Comando?
Deus Prefere Te Ver Alegre
O que você tem feito com o que Deus te mandou fazer?
Enquanto o povo gritava GOL, a Dilma aprovava a LEI DA PALMADA
O Amor Que a Igreja Precisa
Onde existe um Acabe há uma Jezabel ...
 

Clique para ler este artigo
O artigo acima é colaboração de " Pr. Rodrigo M. de Oliveira "
Professor de Teologia Sistemática na Cadeira de Apocalipse e Escatologia. Professor no Instituto Teológico Quadrangular.
Conferencista, e consultor teológico. Apologista Cristão Evangélico.
www.rodrigoteologia.blig.com.br
www.escatologia.blig.com.br

 
   

 

 

Escola FLECHA NO ALVO
Escola SOLTA O QUE É MEU
Escola CASAL SUPER
Palestras & pregações avulsas
Ajude-nos a continuar:
BB Agência 4398-2 / CC 5525-5 Após depositar não deixe de nos ligar, gostaríamos de agradecer e orar por sua vida: (21) 99624-5227 - Apóstolo Ricardo Ribeiro

Libertação Financeira

[ adquirir ]


O Calendário de Deus - Uma Revelação de Batalha Espiritual

[ adquirir ]

 


Desenvolvido por CAQ / A2 Webstudio - Acesse: www.atendimentodequalidade.com.br