Início - Buscas recentes - Apoio para pastores - Assuntos diversos - Batalha Espiritual - Blog do Pastor - Estudos bíblicos - Teorias de Conspiração
Este site tem MAIS DE 3000 ESTUDOS - Faça sua busca: .

Entendendo o Poder de uma Aliança


Entendendo o poder de uma aliança

Texto: (Gl. 3:13-15)

Introdução
"Uma aliança, embora de homem, uma vez confirmada, ninguém a anula, nem lhe acrescenta coisa alguma.”

No contexto que este versículo foi escrito, verificamos que Paulo está retratando o nível de aliança de Cristo com Sua Igreja e também com cada ser humano, cada pessoa que se aproxima Dele (Jo. 3:16). Ele deu a sua vida para que pudéssemos entrar numa aliança com o Pai. Ele não nos força a entrar em aliança. Ele simplesmente se dá, se entrega até a morte, para garantir o direito de aliança a todos e legitimar o seu poder em nós (Jo. 1:12). Hoje em nosso contexto social e familiar, perdemos esse entendimento do que significa estar aliançado com alguém. O termo que vem do Grego birrtes que significa deixar fluir a vida, expressa bem até onde devemos estender uma aliança. Como diz as Escrituras Sagradas: “Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida”. Uma aliança permanece protegida quando há fidelidade até a morte.

Desenvolvimento
Uma aliança é algo que foge as regras externas, ao decreto do tempo cronológico. Representa a separação de alguém ou alguma coisa, para pertencer a uma única pessoa, um único dono. Deus foi tão exigente em relação à aliança Dele com seu povo, que exigiu o reconhecimento desta aliança no próprio corpo (a circuncisão). Pode-se dizer que é uma marca eterna, um pacto permanente. Ainda depois da morte física, permanece. Podemos afirmar que o ser humano, tem alianças de diversos tipos: espiritual, matrimonial, paternal, maternal, fraternal, de amizade, de discipulado. Quando Jesus levanta doze homens para andarem com Ele (Mt. 10), estava procurando aqueles que poderiam estabelecer uma aliança espiritual de eternidade. Que teriam capacidade de ser Igreja aqui na terra. Quando andamos na proposta de liderança de Jesus (discipulado), precisamos estar prontos para correspondermos à fidelidade neste discipulado (Mt. 28:18-19).

Eliseu guardou de tal forma a aliança com Elias, que além de servi-lo em todo o tempo, não o deixava um só momento só. Ele sabia que estar andando nos “calcanhares” de seu discipulador, lhe renderia o olhar de Deus e a unção do Espírito Santo. Nós temos uma tendência muito grande em sermos infiéis, em querer sermos servidos ao invés de servirmos. Por isso Deus olha tanto para nós quando somos fiéis na aliança. Vivemos num tempo onde a mídia explode dentro de nossas casas com cenas de infidelidade no casamento, infidelidade nas famílias, infidelidade nas amizades, infidelidade nos contratos, infidelidade na palavra. Vivemos no século da infidelidade sem limites. E o que nos dói é vermos muitas vezes esse tipo de lepra, dentro da Igreja de Jesus!

Quantas pessoas vivendo uma vida dissoluta, sem se importar com as alianças que têm com pessoas importantes em suas vidas. Vivem como verdadeiros “adoradores” de si mesmos. São tão egoístas, que não pensam até mesmo, na maior aliança que uma pessoa pode ter: A ALIANÇA COM DEUS! Quando somos escolhidos por Deus e aceitamos sua aliança em nossas vidas, nos tornamos propriedade exclusiva Dele (I Pe. 2:9). Ele não admite traições! A Sua Aliança teve o preço de Sangue. Não foi uma dor qualquer, foi a maior dor que um homem na terra já pode suportar.

E você? Tem sido fiel às alianças que Deus permitiu existirem em sua vida? Sua família (esposo, esposa, filhos), sua igreja (células, cultos, dízimos, ofertas, serviço para o Reino de Deus), seus discípulos, seus líderes (líderes de células, pastores, líderes de ministério), têm recebido de sua fidelidade na aliança que Deus confiou a você? Estar aliançado é unir forças, ou substituir alguém que não tem mais forças, tomando seu lugar.

Conclusão
Uma Aliança produz cobertura, cuidado, proteção. Numa aliança, 1+1 sempre será mais que 2! Pois na unidade das forças somadas, formamos uma equipe, onde um provê o outro. As alianças nos aproximam das metas, do alvo a ser alcançado. A Bíblia diz que “o cordão de três dobras é mais difícil de arrebentar” e que “é melhor serem dois do que um”. Deus criou o princípio da aliança. Isso é uma estratégia tremenda! Pois quando um está fraco o outro ergue o braço e o levanta e assim conseguiremos ir até o fim para receber a coroa da vida. Entre em aliança com Jesus! Valorize as pessoas que Deus colocou ao seu lado, una forças, peça socorro, mas não desista! Seja humilde para obedecer debaixo da cobertura da aliança e aguardar o tempo certo de Deus em sua vida.

Pense:

1- Tenho sido fiel a aliança com Jesus?
2- Quais alianças eu tenho quebrado em minha vida?
3- De que forma, irei vencer os momentos difíceis?



Pr. Evanildo Cardoso Nascimento
Igreja em Células
Ministério Rhema Shammah




O artigo acima é colaboração de: Pr. Evanildo Cardoso
Pastor Evanildo Cardoso Nascimento é pastor do Ministério Rhema Shammah na cidade de Búzios/ RJ. O Ministério trabalha dentro da Visão Celular no Modelo dos Doze e é um ministério novo. Nossa Visão é alcançar as vidas e famílias e transformar homens e mulheres comuns em líderes de êxito.

Realize em sua igreja: