Untitled Document
 
ENCONTRE O QUE PROCURA:
NAVEGUE NO ATOSDOIS:
- Página inicial
- Nossa agenda
- Pregações em audio
- Galeria de fotos
- Galeria de vídeos
- Quem somos
- Quem nos cobre
- Receba Paternidade (cobertura)
- Sem fins lucrativos
- Apostolado

NOSSOS 3016 ESTUDOS:
- Adoração
- Apoio para pastores
- Batalha Espiritual
- Casamento
- Cura Interior
- Estudos bíblicos
- Jovens libertos
- Libertação Financeira
- Liderança e Discipulado
- Notícias
- Oração e intercessão
- Reflexões

CONTATOS E INTERAÇÃO:
- Cadastro de pastores e líderes
- Seja um colunista
- Dê uma nota para este site
- Deixar um depoimento
- Semeie
- Fale conosco

ESCOLAS ATOSDOIS:
- Escola de Filhos do Reino
- Nova Escola de Batalha Espiritual
- Escola de Guerreiros Territoriais
- Escola de Adoradores
- Escola Jovens Libertos
- Batalha Espiritual no Casamento


online
 

Atenção: Os artigos deste site não expressam necessariamente a visão do Ministério Atos Dois ou do Apóstolo Ricardo Ribeiro. Nosso STAFF de colunistas é formado por mais de 100 escritores muito bem selecionados, no entanto representantes de diversas linhas de interpretação teológica. Verifique com atenção o nome do colunista, de acordo com o estudo ou artigo selecionado para leitura.
Caso você queira conhecer a linha de pensamento do Ministério Atos Dois, procure os artigos escritos pelo Apóstolo Ricardo Ribeiro, ou conheça nossas Escolas e Conferências de treinamento para pastores e igrejas.
o crescimento da igreja
Tipo: Estudos bíblicos / Autor: Pr. Wagner Teruel

 


O Crescimento da Igreja

Por: Wagner Teruel
Pastor em Mogi das Cruzes
O Crescimento da Igreja e as Escrituras

“...Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar...” (At.2:47)

Neste estudo trago para os amados irmãos a forma como a Igreja primitiva cresceu tão rapidamente.

A Igreja começou com 120 almas no aposento alto, logo no dia de pentecostes 3000 pessoas agregaram-se a Igreja recebendo o batismo em Nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Stephen Neill nos diz em seu livro The History of Christian Missions ( A Historia das Missões Cristãs) : “... No final do terceiro seculo, não havia nenhuma região do Império Romano que não havia sido penetrada o Evangelho...”

Examinemos agora os seguintes princípios de crescimento de Igrejas do NT. que contribuíram para o milagre de se levar o Evangelho a todo o mundo conhecido em três séculos.

1. O Próprio Deus acrescenta à Igreja:
há somente uma forma de crescimento de Igreja que é um crescimento verdadeiro no Reino. São as pessoas sendo salvas de uma existência pecaminosa e rebelde para uma nova vida em Cristo.

Nas nações ocidentais, muitas vezes entendemos erroneamente a re-locação dos santos (pessoas transferindo-se de uma igreja para a outra), como sendo a evangelização dos perdidos. O verdadeiro crescimento da Igreja não é a transferência de crentes de uma Igreja para a outra, e sim, a conversão de almas perdidas, que são acrescentadas a Igreja.

Na Igreja Primitiva: “...acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar...” (At.2:47b), lemos também: “...E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais...” (At.5:14)

Este tipo de crescimento é fiel ao ensino de Jesus: “...Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer...” (Jô.15:5). Se os convertidos não são acrescentados ao Corpo de Cristo (à Igreja local), os nossos esforços são quase que em vão.

Chaves para fazermos a Igreja crescer:

I. Não podemos faze-lo, a menos que estejamos cooperando com uma ação divina (2Co.6:1; Ef.2:10)
II. Precisamos permanecer em Cristo diariamente a fim de sermos frutíferos (Jô.15:4; At.11:21).
III. Precisamos ter cuidado de não usarmos métodos carnais para fazermos a Igreja crescer (Jr.17:5; Jô.6:63; Rm.8:5-6; Gl.3:3).

2. A Igreja cresce quando as pessoas são confrontadas pelo Deus vivo e se voltam a Ele em arrependimento:
Quando Deus irrompe e entra em nossa existência humana, as pessoas são subitamente confrontadas com o Deus vivo, e o coração delas se abre para responderem à mensagem do Evangelho.

Quando Pedro curou o mendigo aleijado, as pessoas: “...e ficaram cheios de pasmo e assombro, pelo que lhe acontecera...” (At.3:10b). Aí então Pedro pregou e: “...Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil...” (At.4:4).

Após o assustador juízo de Ananias e Safira: “...E houve um grande temor em toda a igreja e em todos os que ouviram estas coisas. E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E estavam todos unanimemente no alpendre de Salomão. Dos outros, porém, ninguém ousava ajuntar-se a eles; mas o povo tinha-os em grande estima. E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais...” (At.5:11-14)

Semelhantemente o carcereiro de Filipos: “...E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas. E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?” (At.16:29-30)

É interessante notarmos o que Lucas diz sobre a maneira pela qual a Igreja Primitiva crescia: “...Assim, pois, as igrejas em toda a Judéia, e Galiléia e Samaria tinham paz, e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e consolação do Espírito Santo...” (At.9:31)


Chaves para fazermos a Igreja crescer II

i. As pessoas precisam ser confrontadas com o Deus vivo em nossa Igreja e em nosso ministério.
ii. Precisamos ver a importância do “Temor do Senhor” em nossa vida (Pv.9:10; Rm.3:18; Fp.2:12; Hb.12:28-29)

3. As pessoas são confrontadas com o Deus Vivo através de sinais e maravilhas feitos em Seu Nome:
As Escrituras mostram que os sinais e maravilhas não são somente fins em si mesmos – eles são geralmente a maneira de Deus sacudir as próprias bases do modo de pensar das pessoas. Através dos apóstolos: “...E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E estavam todos unanimemente no alpendre de Salomão; Dos outros, porém, ninguém ousava ajuntar-se a eles; mas o povo tinha-os em grande estima; E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais; De sorte que transportavam os enfermos para as ruas, e os punham em leitos e em camilhas para que ao menos a sombra de Pedro, quando este passasse, cobrisse alguns deles; E até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos; os quais eram todos curados...” (At.5:12-16)

Quando Pedro ressuscitou a Tabita dentre os mortos: “...E foi isto notório por toda a Jope, e muitos creram no Senhor...” (At.9:42) da mesma forma, quando Paulo cegou a Barjesus, o feiticeiro, o proconsul: “...Então o procônsul, vendo o que havia acontecido, creu, maravilhado da doutrina do Senhor...” (At.13:12).

A pregação era eficaz e poderosa porque o próprio Senhor: “...qual dava testemunho à palavra da sua graça, permitindo que por suas mãos se fizessem sinais e prodígios...” (At.14:3b)

Chaves para fazermos a Igreja crescer III

i. Precisamos fazer sinais e maravilhas em Nome de Jesus (Mc.16:20; Jô.14:12)
ii. Jesus muitas vezes teve que repreender seus discipulos pela sua falta de fé na área dos milagres (Mt.14:31; Mc.9:19).
iii. Temos a Sua autoridade para fazermos sinais e maravilhas (Lc.10:1-9, 17-20)

4. As pessoas são confrontadas com o Deus vivo através de pregações ungidas.

Em todo o livro de Atos há exemplos de poderosos sermões ungidos pelo Espírito Santo que comoviam profundamente os ouvintes.

Lemos sobre o poderoso sermão de Pedro no dia de Pentecostes, quando três mil almas foram salvas (At.2:37-42).

Estevão era um homem cheio do Espírito Santo (At.6:3). Quando alguns rabinos estudados tentaram argumentar com ele: “...E não podiam resistir à sabedoria, e ao Espírito com que falava...” (At.6:10)

Semelhantemente, o Sinedrio: “...Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus...” (At.4:13)

Chaves para fazermos a Igreja crescer IV

i. As nossas pregações precisam ser ungidas pelo Espírito Santo (Lc.4:18-19; At.4:29-31).
ii. As nossas pregações precisam levar as pessoas a serem confrontadas pelo Deus vivo (At.4:31; At.17:16-34).

5. A oração era uma parte vital da Igreja Primitiva:
Não é possível estudarmos a vida e o crescimento da Igreja Primitiva sem vermos a forte ênfase na oração.

Os apóstolos: “...E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações...” (At.2:42). Eles se consagraram na oração (At.6:4). Quando o inimigo tentou assusta-los, fazendo com que Pedro e João fossem presos, eles se uniram numa oração fervorosa. Conseqüentemente: “...E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus...” (At.4:31)

Enquanto Pedro estava orando no terraço da casa de Simão curtidor, em Jopa, ele recebeu uma revelação de Deus sobre como pregar o evangelho às nações gentias (At.10:19).

Chaves para o crescimento da Igreja V

i. Todo crescimento de Igreja esta incubado na oração e na comunhão com Cristo – porque Cristo é o cabeça da Igreja e Ele inicia tudo o que acontece em Seu corpo sobre a terra.
ii. É através da oração e interseção que as pessoas são libertas da escravidão do pecado e do mundo (2Co.10:4-5; Tg.5:13-18)

O crescimento da Igreja é uma prioridade no coração de Deus – especialmente hoje, quando a Igreja está crescendo como nunca antes em algumas partes do nosso país.

Somos desafiados a sermos homens e mulheres que possam confrontar o mundo com o Deus vivo através de poderosas pregações confirmadas com sinais e maravilhas.

Deus está edificando a Sua Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela! (Mc.16:18)


fim


 

Escrito por: Pr. Wagner Teruel (Maiores informações no final da página)
 
Expresse sua opinião sobre o texto acima:
Lembre-se que os artigos deste site não expressam diretamente a opinião do Apóstolo Ricardo Ribeiro, uma vez que temos um grande número de colunistas que, apesar de renomados escritores, representam diversas posições teológicas. No entanto, temos um cuidado especial para que neste site não seja defendida nenhuma heresia, por isso seu contato nos ajuda a manter a integridade de nossos estudos e o cuidado na escolha dos colunistas.
 
Nome: Email:
Assunto:
Escreva aqui a mensagem para nossa Administração, sobre o texto que você acabou de ler:
 
Outros artigos desta coluna:
Nossa Vida, Um Altar Para Deus
Quem Está No Comando?
Deus Prefere Te Ver Alegre
O que você tem feito com o que Deus te mandou fazer?
Enquanto o povo gritava GOL, a Dilma aprovava a LEI DA PALMADA
O Amor Que a Igreja Precisa
Onde existe um Acabe há uma Jezabel ...
O Dia Seguinte do Filho Pródigo
Olhe para a Bola e Tire o Olho da Torcida
O Messias, o Noivo e o Esposo
 

O artigo acima é colaboração de " Pr. Wagner Teruel "
Pastor Wagner Teruel, é pastor do Espaço Pentecostal (www.espacopentecostal.com.br) é tambem diretor do ITS (www.institutoshammah.com.br ), professor da FETEV, ocupando cadeira academica na Casa de Teologia, conferencista e escritor.

Formação:
THB.LIC - Bacharel em Teologia com enfases em homilética
PHD - Doutor em Filosofia Cristã
DB - Doutor em Bíblia
DEE - Doutor em Estudos Eclesiasticos

Voce pode contatar o Pastor Wagner Teruel pelos seguintes endereços secretaria@institutoshammah.com.br wagnerteruel@gmail.com ou pelos fones (0**11) 4799-2503 ou ainda (0**11) 7317-4402

 
   

 

 

Escola de Filhos do Reino
Nova Escola de Batalha Espiritual
Escola de Guerreiros Territoriais
Escola de Adoradores
Escola Jovens Libertos
Batalha Espiritual no Casamento
Ajude-nos a continuar:
BB Agência 4398-2 / CC 5525-5 Após depositar não deixe de nos ligar, gostaríamos de agradecer e orar por sua vida: (21) 99624-5227 - Apóstolo Ricardo Ribeiro

Libertação Financeira

[ adquirir ]


O Calendário de Deus - Uma Revelação de Batalha Espiritual

[ adquirir ]

 


Desenvolvido por CAQ / A2 Webstudio - Acesse: www.atendimentodequalidade.com.br