Noemi, uma sogra sábia

No tempo de Juízes por volta de 1200 a C uma escassez de alimentos na região de Belém levou Elimeleque a se mudar com sua mulher Noemi e seus dois filhos pra os campos férteis de Moabe ao leste do mar Morto. Mas pouco depois de sua chegada Elimeleque faleceu e Noemi teve de trabalhar para sobreviver numa nação estrangeira que praticava a poligamia e a idolatria. Seus dois filhos cresceram e cada um tomou para si uma esposa.

Diante dessas duas mulheres, Rute e Orfa, Noemi demonstrou força interior e quando seus dois filhos morreram ela enfrentou a miséria com determinação decidindo voltar ao seu lar em Israel.

A seu ver Deus a havia tratado de forma severa dando-lhe uma vida cheia de decepções porém sua fé continuava intacta. Assim insistiu para que suas noras voltassem. Apesar de ambas terem resistido inicialmente, Orfa a viúva de Quilion, cedeu a insistência da sogra.

Rute pelo contrário jurou acompanhar Noemi e renunciou a sua própria família e religião. Noemi aprendeu que mesmo em meio ao sofrimento e adversidade Deus é bom e repleto de misericórdia.

Ao voltar para sua terra natal Noemi agiu com sabedoria ajudando Rute a se adaptar ao novo ambiente instruindo-a quanto ao comportamento apropriado e planejando encontros entre Rute e Boaz, um parente de Elimeleque.

Noemi exemplifica como Deus trabalha por meio de uma mulher que prossegue mesmo diante de tragédias e provações, utilizando ativamente todas as oportunidades oferecidas por Deus em vez de esperar passivamente pelo desenrolar dos acontecimentos.

Pelo cuidado providencial de Deus Boaz concordou em desempenhar do parente resgatador definido pela lei judaica, comprando uma propriedade par Noemi e tomando Rute como sua esposa.

As bênçãos de Deus sobre seu lar trouxeram um filho, Obede, antepassado do rei Davi e de Jesus Cristo. Nem sempre Noemi reagiu corretamente nos momento de aflição, Apesar de
reconhecer a operação de Deus em sua vida, houve ocasiões em que demonstrou uma visão equivocada.

Acusou Deus de trazê-la de volta sem nada. De fato havia perdido o marido e os filhos, mas em seu lugar Deus lhe havia dado Rute uma nora dedicada- Rt 4, 15 – . Ao focalizar o aspecto negativo Noemi se tornou tão amarga – Rt 1, 20, “que não conseguiu enxergar o bem e os planos positivos que Deus estava realizando”.

Ainda assim Noemi é uma verdadeira heroína, sua fé inabalável durante os anos de adversidade e o modo como orientou Rute sua protegida em meio a circunstâncias difíceis revelam uma mulher de discernimento espiritual profundo.
O resultado de sua sabedoria resplandece ao longo de todo o relato bíblico.
Fonte: www.lenebibliadamulher.blogspot.com.br

Escrito por: Blog Personagens Bíblicos