Antídoto para os males do casamento

Descobrindo o antídoto para os males no casamento.
1 João 4:16.
Os males no casamento:
1 – Impaciência – murmuração Números 21:4-6
Impaciência no caminho, no casamento, com o cônjuge, com os filhos, com Deus.
A impaciência nos leva a recusar o pão vivo que desceu do céu, achando que a mesa do Senhor é desprezível.
2 – Casa dividida – espada. Mateus 10:34 – 12:25
Você sabe muitas coisas sobre Deus, mas sente outra. Não percebe que tem limitações, traumas, medos, hábitos, e isto têm dividido o seu casamento.
Você sabe algo na mente, mas no espírito pensa outra.
3 – Fator tempo – não soluciona o problema – Colossenses 4:5 – Salmos 90:12
Deixar os dias passarem sem resolver os conflitos é dar margem para que o diabo destrua o casamento.
4 – Ingratidão (desvalorização) – Malaquias 1:7, 12
“A nossa alma detesta este miserável pão”.
Adão e Eva conversavam e viam Deus, mas quando desobedeceram, passaram somente a ouvir seus passos. Perderam a capacidade de ver o sobrenatural.
5 – Culpa – 1 João 3:19-21
Onde nasce a culpa? É um sentimento de desconforto, muitas vezes causado por causa de experiências infantis.
Quando uma criança vê ou ouve os pais brigando e falando assim:
Só me casei com você porque estava grávida; não sai para trabalhar por causa do nosso filho; não estudei por causa do filho, ou não fiz qualquer coisa por causa do filho.
Um coração cheio de culpa impede as pessoas de viverem dias felizes, e não deixa ninguém prosperar.

O antídoto:
Números 21:7-9
Serpente de bronze representava Jesus. João 3:14
I Coríntios 9:22:27.
O povo murmurou contra Deus e Moisés, então o Senhor enviou no meio deles serpentes abrasadoras que mordiam e muitas pessoas morreram.
Então eles se arrependeram e vieram ate Moisés para que o Senhor retirasse aquelas serpentes do meio deles.
Deus manda Moisés fazer uma serpente de bronze e coloca-la numa haste, e todos os que fossem mordidos deveriam olhar para ela e assim viveriam.
Notem que Deus não retirou as serpentes, mas providenciou um meio para que as pessoas pudessem ser salvas.
Deus também não retirou o pecado do mundo, mas enviou o seu único Filho, Jesus Cristo, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna.
Ele nos livrou da maldição da lei resgatando tudo o que havia se perdido desde a queda do homem no jardim do Édem.
Isso inclui também o casamento, portanto, procure viver dentro dos padrões da palavra e você terá uma família saudável.
Precisamos entender que Jesus Cristo deve ser o fundamento da nossa casa para que os problemas sejam solucionados.
Não podemos nos esquecer que o preço foi pago por Ele, nada sem Ele seria capaz de existir e todas as coisas são para ele.
Tudo o que fazemos e como fazemos deve glorificar o seu nome.
As ações e reações devem trazer glórias para Ele.
Devemos dizer como Josué: “Eu e a minha casa servimos ao Senhor”.

Escrito por: Pr. Luiz Ferrari


Quais são as 4 dores de um pastor?




Sou o Ap. Ricardo Ribeiro - após 16 anos pastoreando e cuidando de pastores, consegui relacionar as 4 principais dores comuns a praticamente todos os pastores locais ou itinerantes. Dentre elas se destacam problemas financeiros e dificuldade com liderança. Estes problemas na maioria das vezes refletem problemas na família pastoral e graves fatores emocionais na vida do pastor. Você terá a chance de saber um pouco de minha história, e saber como eu venci estes quatro desafios e tenho influenciado transformação na vida de muitos líderes do Brasil e exterior.