Ideologia das cores do papel higiênico

REFLEXÃO DO DIA:

De fato ainda há muito racismo no Brasil. Principalmente um racismo incutido no inconsciente coletivo, que se manifesta de uma maneira “talvez mais cruel” do que no tempo da escravidão.

Tenho estudado sobre isso, e me posiciono na defesa destes. Mas em relação a polêmica do Papel Higiênico preto, que fez tantos ativistas negros se manifestarem, me coloco temporariamente no lugar dos brancos para dizer:

“Caramba… acho que vou fazer uma campanha contra o papel higiênico branco que já está a tantos ano em uso. Eu sou branco, e me sinto ofendido! Não apenas o papel higienico, mas o papel A4, ofício, chamequinho e tantos outros. Absurdo, vamos começar a ideologia das cores do papel!” (rindo sério)

Ricardo Ribeiro
#ideologiadascoresdopapel


Tags: